Na demanda de um sistema que me ajudasse a compreender o ser humano licenciei-me em Psicologia Clínica. Desenvolvi trabalho em clínica e investigação em serviços de psiquiatria. Fui psicanalisada e a minha prática clínica foi de inspiração psicanalítica

A experiência como psicóloga clínica em instituições e no privado trouxe-me a consciência de uma psicologia como mais um dos produtos da construção cultural de uma ciência desumanizada assente em valores mercantis, individualistas e mecanicistas. A pessoa em sofrimento não era entendida como um todo nem o seu sofrimento visto como uma crise do próprio processo de crescimento e amadurecimento pessoal, ao invés era percebida como um processo patológico, impedindo assim o fluir natural da vida e o processo de cura. Como consequência rompi com a prática clínica, procurando noutras disciplinas científicas, culturas e saberes ampliar a compreensão do Ser Humano, da doença e da saúde. A necessidade de uma perspectiva mais alargada do Homem e da sua natureza humana e inerente sofrimento lançou-me na antropologia/etnopsicologia e no pensamento indiano.

A Índia tornou-se desde 1988 a terra que alimentou a minha experiência e conhecimento do Ser Humano. Com a medicina Ayurvédica compreendi o corpo e a sua relação com a alimentação, a atmosfera circundante, as estações do ano, as emoções e os pensamentos. Descobri o Yoga e o significado de Ser Uno.

Desde 2005 a meditação vipassana ofereceu-me a interiorização de um código de disciplina e uma técnica para “ver as coisas tal como realmente são” e conhecer-me a mim mesma através da auto-observação das sensações no corpo, re-experimentando as verdades universais da impermanência, do sofrimento e da inexistência do ego. Compreender as sensações do corpo significa estar em casa, estar presente no corpo aqui e agora. Esta presença permite-nos entender os nossos sentimentos e emoções e as reacções a eles associadas; os nossos medos, ansiedades, sonhos, etc. e ficar cientes das nossas ilusões ou construções mentais, ajudando a reagir mais apropriadamente às sensações. Quando não se está ligado às sensações corporais ou não as entendemos, vagueia-se entre o passado e o futuro carecendo de consciência e estabilidade na presença, numa espécie de sonambulismo. A completa consciência da sensação vital traz-nos totalidade e integridade permitindo-nos sentir em casa, no nosso próprio corpo e habitá-lo verdadeiramente com controlo sobre a mente e sentindo-nos vivos. 

Homeopatia
Mais recentemente descobri a homeopatia, um sistema que olha para a pessoa como um todo e, por isso holístico. Ao considerar a pessoa simultaneamente como um ser individual, social, emocional, cultural e espiritual, permitiu-me integrar os últimos 30 anos de conhecimento acumulado. O “método da sensação” desenvolvido por Rajan Shankaran foi-me familiar desde o inicio pois permitiu-me unir na homeopatia o conhecimento psicológico e antropológico com a experiência da meditação vipassana. Este método ofereceu-me uma técnica que me permite procurar o que é aquilo que faz com que cada um de nós seja o que somos e nos faz sentir, perceber, experimentar e actuar de um modo único e entender ainda onde está essa originalidade e a sua fonte, e o que é aquilo que gera stress em cada um de nós. A homeopatia reconhece o poder curativo do corpo, da Natureza e da força vital, prana ou chi. É um sistema que compreende a doença como um estado dinâmico e não material, não localizada mas que afecta antes a pessoa toda.

A prática da psicologia clínica, homeopatia, ayurveda, massagem, chi-kung e meditação vipassana oferecem-me a oportunidade de escavar ainda mais profundo e trabalhar o delicado equilíbrio entre corpo, mente, alma e espírito. É com estas ferramentas que construo e reconstruo todos os dias a minha evolução e cura, na procura de um ser cada vez mais autêntico e integro. A cura é um caminho e por isso um estado em que se permanece, levando uma vida com ritmo e harmonia. Tenho sempre presente que para tratar é necessário auto-tratar-me.

Educação Formal:

• Licenciatura em Psicologia Clínica, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Universidade de Lisboa
• Mestrado em Ciências Sociais e Humanas, Banaras Hindu University
• Mestrado em Antropologia, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
• DEA (Diploma em Estudos Avançados) Diversidade Cultural y Cidadania, desde a antropologia social, Faculdad de Ciências Politicas e Sociais, Universidade Complutense de Madrid
• Diploma em Massagem Ayurvédica • Diploma de Massagem Ayurvédica com ativação dos pontos vitais (marma)
• Diploma em Yoga segundo Ayenger, Yoga Bhavan, Banaras Hindu University
• Diploma em Homeopatia, Método “sensation”, Escola Homeopática de Rajan Shankaran. Para além de seminários e cursos realizados teve como mestres homeopatas de renome: Rajan Shankaran, Tinus Smith, Jan Scholten, Rosina Sonnenschmidt e Dinesh Chauhan.
• Certificada em homeoprofilaxia por Free and Healthy Children International.

• Certificada no tratamento de danos causados pelas vacinas pelo Dr. Isaac Golden.

• Certificada no tratamento e prevenção de doenças infecto-contagiosas e Homeopatia em Viagem
• Publicou em revistas científicas e em Jornais diários e participou com entradas em enciclopédias
• Realizou conferências e palestras em vários congressos, simpósios e outras reuniões de carácter académico e científico.
•  Leccionou na Universidade de Coimbra e de Évora.
• Colaboradora honorífica do Departamento de Antropologia da Universidad Complutense de Madrid
• Realizou várias investigações antropológicas (sobretudo médica e etnopsicológica)
• Para estes estudos e investigações na Banaras Hindu University fui apoiada com bolsas de estudo do governo indiano, Ministério dos Negócios Estrangeiros português, Fundação Oriente, Fundação Gulbenkian e Fundação para a Ciência e Tecnologia.