VISÃO GERAL DO PROGRAMA HP

Homeoprofilaxia para crianças livres e saudáveis


O programa é fornecido com doses de remédios suficientes para uma criança completar os 4 anos do Programa de Homeoprofilaxia (HP) contra as “doenças vacinadas” mais comuns (veja a folha de registos). Podem-se adicionar remédios complementares ao Programa Básico se houver necessidade ou se se tratar de circunstâncias especiais, i.e., em caso de viagem ao estrangeiro, preocupações particulares ou repentino surto de doença. Os remédios adicionais para o Programa Complementar são comprados separadamente segundo a lista de honorários. A selecção de nosódios para o Programa Básico foi realizada de acordo com a actual prevalência de doenças e factores de risco. Em caso de incidência de alguma doença que não esteja incluída no Programa Básico é possível acrescentar o remédio apropriado.

O objectivo da HP é introduzir no Sistema Humano os componentes energéticos de determinadas doenças para estimular o Sistema Imunitário. Os Nosódios Homeopáticos, tal como os dos remédios incluídos no kit, são preparações potenciadas a partir do germe da respectiva doença, ou da descarga produzida por esse germe. Após insistir num remédio durante determinado tempo está implícito que aspectos da susceptibilidade à doença foram eliminados. Algumas investigações demonstram que depois de completar um programa como este, as análises ao sangue mostram a presença de anti-corpos. Porém, tenha em consideração que a presença de anti-corpos não é sinónimo de imunidade e que se pode desenvolver a imunidade com a ausência de anti-corpos. Níveis elevados de anti-corpos não são um requesito final deste programa. Contudo, se no final quiser determinar os níveis de anti-corpos presentes no seu filho, solicite ao seu médico de família que proceda à análise apropriada.


As doses dos nosódios/remédios são administrados de acordo com a ordem dos remédios da folha de Registo de Controlo da seguinte maneira (uma dose são 2 grânulos do remédio indicado):
No primeiro mês, administra-se oralmente apenas uma dose (2 grânulos) do remédio indicado.
No mês seguinte administra-se uma série de 3 doses (dose tripla) no espaço de 24h.
No mês seguinte administra-se o remédio que se segue na lista do Registo de Controlo.

Continua-se a administração mensal de doses  mensalmente de acordo com o Registo de Controlo.
O programa pode ser interrompido caso a criança tenha uma doença aguda.

Nos 18 meses iniciais as primeiras e as segundas doses dos remédios são administradas na potência 200C enquanto que as terceiras e quartas doses do mesmo remédio são administradas na potência 10M nos três anos seguintes. 

Quatro pontos importantes a considerar:

(1) O Programa está desenhado para os pais que tomaram a decisão de não vacinar os seus filhos mas que gostariam de usar um método de protecção alternativo e seguro.

(2) Nenhum método de protecção pode garantir 100% de eficácia. No caso de a criança poder ficar exposta a uma fonte de qualquer doença infecto-contagiosa não incluída na lista do Programa Básico pode adicionar o remédio necessário.

(3) Os Programas são flexíveis. Independentemente da idade da criança administre um remédio por mês pela ordem apresentada. Se a criança já recebeu as vacinas convencionadas do Programa Nacional, recomendamos o uso completo do programa HP. O nosódio da doença contra a qual foi anteriormente vacinado pode de facto ajudar a limpar qualquer resultado negativo da vacinação e/ou aumentar a eficácia da série de vacinas.discutas as possibilidades com o seu supervisor.

 (4) Alguns pais optam por não dar os remédios para as doenças menos graves, como o sarampo, porque sabem que a doença em si oferece a imunidade mais completa e segura contra infecções posteriores à doença. Se sente que há doenças que se tornaram obsoletas ou que o seu filho ultrapassou o período de risco de contrair determinada doença, pode retirar da lista o nosódio respectivo; porém, recomendamos que sejam administradas as doses porque beneficiam o sistema imunitário. Pode igualmente mudar a ordem dos medicamentos se desejar, dependendo das circunstâncias como surtos repentinos de doenças, ou ainda juntar outros remédios (como a Hepatite A, Influenzinum, etc.). Por favor, certifique-se que anota na folha de registos qualquer alteração. Todos os nosódios tendem a aumentar a saúde geral dos indivíduos, pelo que aconselhamos que administre todas as dosagens recomendadas no programa.


REACÇÕES AOS REMÉDIOS CONTIDOS NO KIT: A produção de uma resposta imunológica aos nosódios é normal e expectável neste programa. Esta reacção demonstra que o sistema imunitário da criança está a responder adequadamente.  Regra geral, são reacções ténues e de curta duração (24h ou menos). Reacções comuns incluem: sonolência, irritação ou alguma agitação, corrimento nasal, febre ligeira, diminuição de apetite, tosse ligeira, fezes soltas e/ou transpiração, erupção cutânea. Reacções são um bom sinal e indicam alguma afinidade da criança com o remédio administrado. São estas reacções que ajudam o sistema imunitário a a criar imunidade. Se acha que a sua criança reagiu à primeira e única dose fornecida, por favor, antes de lhe dar a dose tripla no mês seguinte, contacte o homeopata que supervisiona o seu programa de modo a podermos avaliar o tipo de reacção ocorrida.
Contacte o seu supervisor HP se existe alguma reacção que o/a preocupe.  Não é normal haver reacções adversas aos remédios homeopáticos.





Para ter acesso ao HP click para encontrarum supervisor do programano seu país.
Todos os aspectos deste programa são super-visionados por Free and Healthy Children International, dedicada à Investigação, Educação e acesso ao programa HP.

Apesar do Programa HP ser administrado pelos pais, o acesso aos nosódios só pode ser feito via um profissional de saúde. Por favor  tenha em mente que a homeoprofilaxia não é um substituto das vacinas. Funciona de acordo com mecanismos de acção  diferentes e educa o sistema imunitário  de uma forma mais completa do que as vacinas. Solicite ao seu supervisor que lhe explique o porquê.