Homeoprofilaxia não é um substituto das vacinas como o espartam é para o açúcar e também não se designa por “vacinas homeopáticas”. A homeoprofilaxia usa remédios homeopáticos designados por nosódios (preparados a partir dos germes que causam a doença) para educar o sistema imunitário a ficar preparado para o processo de doença. Os nosódios não têm a intenção de forçar a produção de anticorpos nem estão poluídos com qualquer um dos ingredientes que constituem as vacinas. Nosódios são a energia pura da doença e visam estimular de forma adequada uma resposta imunológica à doença natural de forma a que o sistema imunitário saiba como adoecer e sanar.

Funciona, educando o sistema imunitário da criança de uma forma lógica. O objectivo é fornecer informação ao sistema imunitário antes de este ficar exposto, podendo assim responder mais rápido e eficazmente. Ao contrário da técnica da vacinação, a homeoprofilaxia não se baseia nem na Teoria dos Germes nem na formação de anticorpos mas sim na mudança da predisposição ou da susceptibilidade da criança ou do adulto a uma doença específica.

A filosofia na qual a homeopatia se fundamenta é muito diferente da técnica convencional de vacinação. Na filosofia homeopática os micro-organismos não são vistos como a única causa da doença mas sim a interacção entre micro-organismo e a susceptibilidade da criança ou do adulto: quanto mais saudável for a pessoa menos susceptível é à doença.

O objectivo da homeoprofilaxia é introduzir no sistema imunitário versões não tóxicas de uma doença específica para estimular ou "educar" o sistema imunitário. Está documentado como resultado que a predisposição às doenças visadas diminui em cerca de 90%.

Nenhum método de prevenção contra doenças infecto-contagiosas é 100% eficaz mas porque a HP tem por trás mais de 200 anos de evidências devidamente documentadas e é completamente não tóxica, o seu uso e compreensão deve ser divulgada.

Podemos conhecer de novo este método de protecção graças ao trabalho incansável de vários homeopatas como o Dr. Isaac Golden na Austrália, Ravi Roy e Carola Lage-Roy na Alemanha e Kate Birch nos EU, todos. O Dr. Isaac Golden desenvolveu um Programa de Homeoprofilaxia na Austrália que foi alvo de um estudo clínico longitudinal durante 15 anos. Os resultados deste estudo, incluem documentação sobre a segurança e a eficácia da HP e estão publicados em Homeoprophylaxis - A Fifteen Year Clinical Study. Este programa foi adoptado e adaptado internacionalmente de acordo com as necessidades. Ravi Roy and Carola Lage-Roy usam a homeoprofilaxia na sua prática clínica há mais de 30 anos. Têm igualmente investigado, produzido documentação e ensinando sobre homeoprofilaxia nos países de língua alemã e outros países do mundo. Kate Birch adaptou o programa criado por Isaac Golden às necessidades das famílias americanas, expandindo o programa internacionalmente. Cilla Whatcott juntou-se a Kate Birch na tarefa de informar os pais sobre como educar o sistema imunitário das crianças com este método seguro e eficaz de prevenir doenças. Escreveram em co-autoria The Solution— Homeoprophylaxis: The Vaccine Alternative — A Parent’s Guide to Educating your Child’s Immune System. Para mais informação: 

VEJA AQUI AS REFERÊNCIAS E FONTES DAS INVESTIGAÇÕES E DADOS CLÍNICOS DURANTE 200 ANOS


O conteúdo desta página não deve ser interpretado como conselho médico e muito menos visa substituir qualquer consulta médica ou outra. Os leitores assumem a responsabilidade da investigação que fazem para si mesmos no que diz respeito às metodologias de prevenção da doença de acordo com as suas crenças, informação e interpretação.



Pode ver alguns vídeos sobre homeoprofilaxia


KATE BIRCH




HOMEOPROFILAXIA (HP) ou profilaxia homeopática é  um método não tóxico e comprovado de protecção natural contra doenças infecto-contagiosas usado há mais de 200 anos. Não contém toxinas, adjuvantes, conservantes ou quaisquer outras substâncias químicas ou partículas patogénicas.

ISAAC GOLDEN

O que é a Homeoprofilaxia?